Deja vu arquitetônico

por thaís serafini

Na opinião do Found by James (e na minha), este é o principal sentimento causado pelos desenhos fantásticos do Nomata Minoru, mesmo sendo completamente inventados. O artista japonês constrói um mundo artístico surreal porém fortemente moderno, industrial e geométrico, capaz de transcender o espaço e o tempo.

O cenário dos sonhos, sem figuras humanas, assustador ou inspirador, it’s up to you.


2 Comentários to “Deja vu arquitetônico”

  1. Medo, é assutador, e um tanto parecido com Escher esteticamente (na fase em que ele não estava mais repedindo os desenhos), não?

  2. é verdade, lembra o Escher sim! Porém com mais cores..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: