Todo o modernismo de Wim Crouwel

por thaís serafini

A lenda viva do design gráfico holandês, criador da fonte ultra-modernista Gridnik (imagem abaixo), andou tomando conta do twitter do Design Museum de Londres por meia hora no dia 23/6 para responder perguntas antes de uma palestra sobre o pioneirismo na cultura industrial. Confesso que não acompanhei ao vivo esse momento, mas felizmente a Wallpaper de alguns meses atrás já tinha me informado da existência de Wim Crouwel.

 

gridnik typeface

 

Nos anos 60 a sua empresa Total Design atendia tanto as instituições governamentais e culturais da Holanda quanto alguns grandes clientes corporativos e acabou por redesenhar o “look” oficial do país. Desde o início foi/é o defensor do design sem adornos, que considera “barulhos” irrelevantes, e confessa que não consegue desenhar nem o mais simples dos esboços sem usar um papel quadriculado.

A querida revista citada acima andou visitando a moradia do designer e ressaltou que, apesar de não ser milimetricamente organizada como poderia se esperar do grid-freak, cada objeto está ali por alguma razão. Abaixo estão algumas das suas escolhas e ele as explica assim:

Existe uma luta constante entre o que eu aprecio no trabalho de outros e as minhas próprias ideias. Mas geralmente, quando eu gosto de algo que difere muito do meu próprio trabalho, isso costuma reforçar o meu ponto-de-vista.

 

eames lounge chair

 

power play chair by frank gehry

 

red blue chair by gerrit rietveld

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: