Assistindo o tempo passar

por thaís serafini

Quando o artista chileno Sebastian Errazuriz arrematou uma leva de relógios antigos de segunda mão e levou-os a um profissional relojoeiro em NYC para ‘algumas intervenções’, este respondeu: “Mas se eu remover os ponteiros da hora e dos minutos, estes serão os primeiros relógios a não marcar a hora, servirão somente para mostrar que o tempo está passando!”

Mas esta era exatamente a intenção do projeto, pois segundo seu criador, ninguém mais precisa de relógios: as horas são informadas no celular, no computador, no carro, no iPod, e assim por diante. Esta seria, então, uma tentativa de incentivar a fazermos  o melhor do nosso dia – e nossas vidas – pois o tempo está passando.

Esse projeto inicialmente me causou uma certa ansiedade – não preciso de muito para que isso aconteça – mas acabou me deixando também a lembrança daquele famoso discurso do Steve Jobs (que revi hoje como uma homenagem), no qual ele dizia que todos tempos um tempo limitado de vida e devemos viver a cada dia como se fosse o último pois um dia inevitavelmente iremos acertar.

 

via

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: