Frieze Art Fair 2011

por thaís serafini

Pouco tempo após uma super-comentada design week, Londres voltou a ser assunto – e sede – de um importante evento: a Frieze Art Fair 2011. Em sua nona edição estão representados 33 países através das 173 das mais importantes galerias de arte contemporânea do mundo.

Como todo evento criativo atual com uma mínima preocupação com o rumo deste planeta e de seus habitantes, a Frieze apresentou trabalhos bem conceituais, como a Credit Card Destroying Machine de Michael Landy. Segundo a fonte, a tal máquina – que chamava a atenção do público com seus barulhos escandalosos – propõe que em troca de um desenho espirográfico feito com o acionar um botão o convidado deposite um cartão de crédito a ser destruído em pedacinhos.

 

Além das instalações indoor, os jardins do Regent’s Park acolheram as obras do Sculpture Park: uma oportunidade considerada rara de ver trabalhos internacionais significantes feitos em escala pública. As imagens a seguir são uma seleção do que foi visto por lá entre os dias 13 e 16 deste mês, os detalhes e autoria podem ser encontrados aqui.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: