Tendência 2012 ou evolução 2011?

por thaís serafini

Eu sei que a palavra tendência cansa, gera ansiedade, que é abstrata, repetitiva, às vezes overrated, mas ainda é importante e parece a maneira com quem temos tentado controlar e entender nossa vida frenética e nosso futuro. Isso justifica o trecho traduzido a seguir, direto da cobertura da feira de design Maison et Objet, que diz tão pouco mas levanta boas questões:

“Eu não estou completamente convencida de que houveram muitas novas tendências em destaque; eram mais continuações e evoluções de tendências existentes. Os ‘lançamentos de novos produtos’ eram geralmente um produto que já existia em um novo acabamento ao invés de algo completamente novo. Se isso deve-se ao nervosismo causado pelo atual clima econômico, ao fato de as pessoas estarem ‘segurando’ as coisas revolucionárias para o Salone em Milão em abril, ou se é só porque as tendências de 2011 eram tão boas que vieram para ficar, quem vai saber?”

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: