As heranças do design italiano

por thaís serafini

Acho incríveis os casos em que um talento extraordinário – e similar – passa de geração para geração. No caso do design italiano, que é assunto quase diário por aqui, esse fato não é novidade pois muitas das principais empresas nasceram e continuam sendo familiares. E olha que a influência familiar é algo bem forte na Itália (nós descendentes conseguimos sentir bastante disso até)!

Pois este caso me encantou em especial, em parte pela novidade do assunto pois desconhecia sua existência e outra parte seria pelo caráter tão simplista, genuíno e belo. Talvez estas palavras não digam muito sobre Lisa e Gio mas, a seguir, deverão fazer mais sentido para aqueles que se deixarem apaixonar também.

Gio Ponti é um nome importantíssimo para o design, arquitetura e arte italianas, não somente por suas obras importantes e feitos pessoais mas por traçar caminhos tão significativos até hoje. Em 1928, Ponti fundou a revista Domus, a mais importante revista de design e que vira-e-mexe é fonte e assunto por aqui. A novidade, para mim, é que sua filha Lisa Ponti é também artista talentosa e dona de personalidade e histórias fantásticas.

Nascida em 1922, Lisa desenha e escreve desde então. Em uma recente entrevista para a Domusweb (óbvio) ela deu umas pinceladas do que foi crescer sendo filha de Gio Ponti (colaborando com ele nas revistas por mais de 30 anos), da sua arte e de seus encontros. A artista diz se surpreender diariamente com o fato de ter 90 anos de idade e contou que trabalhar com os Eames nos Estados Unidos foi uma revelação de uma “carreira-vida sem fim nem começo”, pois o casal trabalhava em um processo contínuo interrompido somente por picnics na praia.

As lindas fotos que acompanham este post são de autoria do próprio Ray Eames quando em Veneza na companhia de Lisa e  desde que o editor da Domus comentou a semelhança destas imagens com as atuais feitas pelo Instagram, me impressiono ainda mais!

A mensagem de Lisa Ponti para os leitores tem tudo a ver com uma vida que ela diz não ter sido somente sua, baseada em encontros sem esforços: “Faça as coisas acontecerem e deixe-as acontecer.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: