Archive for ‘arte e etc’

novembro 24, 2014

Arte, performance e mobiliário

por thaís serafini

Fiquei supresa hoje ao ver nomes de áreas distintas (porém não distantes) juntas em um projeto de mobiliário. A chocante e inspiradora Marina Abramovic, que se diz “a avó das artes performáticas”, junto ao arquiteto Daniel Libeskind e à fabricante italiana Moroso, criou uma edição limitada de uma mesa.

Na verdade, trata-se de uma releitura em concreto do protótipo que a artista usa em sua performance “Counting the rice”, na qual participantes são convidados a se sentar, separar e contar arroz e lentilhas por pelo menos seis horas. Na imagem da esquerda, a mesa/banco contínua onde estão os participantes da performance.

marina-moroso-libes

Segundo o artigo do NYT, a nova proposta (imagem da direita) é mais angulosa, seguindo as formas características do arquiteto polonês. Apesar do contraste questionável entre a austeridade e os objetivos da performance de Marina e a venda exorbitante de uma das novas mesas por mais de duzentos mil reais (!), o interessante é perceber este tipo de movimento por parte de uma das empresas gigantes do design de móveis, como a Moroso. Quem sabe no próximo Salone del Mobile poderemos ver propostas mais originais e menos releituras de clássicos….

Anúncios
setembro 6, 2012

Design Na Estrada

por thaís serafini

Ontem fui finalmente assistir o Na Estrada (On the Road). Digo finalmente porque o cinema da minha cidade não costuma cooperar e eu já estava bem curiosa desde o lançamento. Deixando de lado qualquer tentativa de fazer uma crítica cinematográfica, queria falar do que os olhos de designer também captaram na telona. A produção do filme do Walter Salles (orgulho de ser brasileira nessas horas) está bem linda e é impossível não reparar nos tantos objetos e cenários da época.

O estilo dos anos 50 é inspiração total e é uma pena que não consegui encontrar mais algumas imagens dos carros possantes do Dean Moriarty, da máquina de escrever companheira do Sal Paradise ou da decoração das casas da Camille e do próprio Sal.

 

setembro 5, 2012

Warhol de volta à lata

por thaís serafini

Do popular para a pop art, da arte pop de volta para o popular: a icônica lata da sopa de tomate Campbell’s de Andy Warhol voltou às prateleiras dos supermercados. A edição limitada tem parceria com a Andy Warhol Foundation e marca o aniversário de 50 anos das obras de Warhol. Vendidas exclusivamente nas lojas Target com o precinho camarada de 75 centavos de dólar.

 

via

agosto 15, 2012

Um editorial de objetos

por thaís serafini

Objetos, cores, cenários, contrastes – nós, designers, não resistimos a eles. Este trabalho lindo se chama Big Bright Beautiful e é obra da fotógrafa Floor Knaapen para a revista holandesa EH&I.

 

 

 

 

 

 

 

 

março 29, 2012

Propaganda vintage by Olivetti

por thaís serafini

A Olivetti pode não ter grande importância comercial hoje em dia, visto que as máquinas de escrever foram cruelmente substituídas, mas para a história do design italiano ela é essencial. Empresa familiar que primou sempre pela excelência nos detalhes e que foi uma das primeiras a contratar um artista da época – Marcello Nizzoli – para trabalhar como colaborador direto no projeto de seus produtos.

Foi uma história repleta de sucessos e inovação, iniciada por Adriano Olivetti, filho do fundador, que incluiu nomes como Ettore Sottsass (criador da Valentine do Elea 9003) e modernizou completamente o visual gráfico da empresa.

A seguir alguns exemplos de publicidade das décadas de 60 e 70, onde se percebem a alta qualidade, a coragem de experimentar e a valorização completa da personalidade da marca. (Veja mais aqui)

 

 

 

 

 

 

 

via

março 28, 2012

Cadeiras de rua

por thaís serafini

“Em tempos de restrições econômicas e pressões ecológicas, a necessidade de encontrar novas soluções para os desafios que os arquitetos enfrentam transcende os modelos tradicionais baseados em design de autoria individual e os limites disciplinares convencionais.”

Palavras e ideias bonitas dos responsáveis pelo projeto Street Seats. A firma de arquitetura Bade Stageberg Cox desenvolveu este projeto de mobiliário para o Pier 94 Coffee Bar na feira de arte The Armory Show.

As 50 cadeiras utilizadas na ocasião foram encontradas abandonadas nas ruas de Nova Iorque, ganhando vida nova através de consertos e pintura amarela como a dos táxis nova-iorquinos.

“Assim como os moradores da cidade, as cadeiras são um mix eclético. O fundo de cada cadeira ganhou um carimbo para documentar a data e o local onde foi encontrada.”