Posts tagged ‘itália’

março 1, 2012

Correspondente exclusivo de Veneza

por thaís serafini

Ok, não chega a ser um correspondente – e nem exclusivo – mas meu querido ex-colega de faculdade Raul de Souza esteve pelas bandas da Itália e mandou um material interessante. Trocamos umas dicas antes da viagem dele e fico feliz de poder publicar aqui as suas fotos dele. Seguem trechos do e-mail explicando o interessante projeto:

olá!

e continua a organização das fotos da viagem, encontrei algo interessante:

Em Veneza, num cantinho do museu do Palácio dos Dodges (Pallazzo Ducale), havia alguns protótipos de bancos como proposta de mobiliário urbano, feitos de material reutilizado proveniente dos postes que estão por toda a cidade e são usados pelos gondoleiros. Depois descobri que era o Tra le Briccole di Venezia Award, um concurso da Fondazione di Venezia e da empresa Riva 1920. Na edição 2012, o tema será a produção de uma mesa inspirada nos briccoles (postes).

Grazie, Raul, grazie mille!

Anúncios
janeiro 18, 2012

O jardim voador

por thaís serafini

Essa coisa de transformar sacadas, janelas e terraços em um espaço o mais verde – e bonito – possível é um costume bem italiano (lembra?), mas este senhor levou a um limite admirável. Gaetano Bruno e sua esposa transformaram os terraços de um prédio de seis andares em Torino em um ecossistema impensável para um ambiente urbano: são 150 metros quadrados em 5 níveis diferentes, com árvores frutíferas, horta, plantas ornamentais e flores.

O vídeo a seguir é bem simpático – tem legendas em inglês – e nos permite visualizar melhor a impressionante floresta de Bruno, que colhe anualmente 150kg de frutas e verduras, produz seu próprio vinho com as uvas produzidas e conta com 80 variedades só de rosas! Incrível e invejável, não?

 

 

 

via

janeiro 12, 2012

Fabio Novembre projeta mostra de Steve McCurry

por thaís serafini

As fotos coloridas e lindas do Steve McCurry vivem aparecendo por aqui, sou fã assumida e parte disso deve-se ao fato de ter visitado uma exposição do fotógrafo em 2009. Ela era super simples mas poderosa, a instalação da mostra era quase inexistente e tenho até dificuldade de lembrar seus detalhes naquele antigo palazzo italiano, já das fotos lembro bem. Por isso mesmo ainda não consegui definir se gostei ou não da instalaçãoo criada pelo – também talentoso – designer italiano Fabio Novembre.

Sem dúvida o efeito luminoso deve valorizar as imagens, e sem dúvida é difícil opinar sem ter estado dentro de cada uma dessas estruturas que o designer criou no espaço do museu Macro de Roma. Segue a justificativa do criador e curador da mostra, as imagens e a minha curiosidade de entender se tanto modernismo metálico não roubou a cena e a magia das fotos de McCurry.

“O que tentei representar dentro do enorme espaço do Macro foi esta sugestão, um layout similar aquele de uma vila nômade, estruturas que se misturam para restaurar o sentimento de solidariedade que você pode sentir nas fotos de McCurry. […] Existe vida e morte nas suas fotos, e um itinerário longo ou curto que as conecta; assim como o sentimento da mostra em si irá levar os visitantes a serem nômades por escolha, pioneiros por necessidade…” (adaptação e tradução de um trecho da justificativa de Fabio Novembre)

via


dezembro 5, 2011

Fabio Novembre e o futuro da Itália

por thaís serafini
As mudanças políticas ainda são muito recentes e a gente se pergunta o que será da Itália, e no que se refere ao tema do blog, o que será do design italiano. Pois Fabio Novembre – nome mais importante no cenário atual do design no país – participou de um evento da Peroni no Victoria&Albert Museum em Londres e disse que, na verdade, ele também não sabe pois vive atualmente em um caos.

Ano passado pude assistir uma pequena palestra do designer no lançamento do seu livro na FNAC de Milão, e realmente ele é dono de uma personalidade cativante e levemente polêmica, como bom italiano. Aos 45 anos, Fabio confessa que não sabe desenhar, tendo sempre comandado seus projetos de design, arquitetura e moda através de gestos, como o maestro de uma orquestra.

Segundo ele, seu futuro tem semelhanças com o da Itália: “Eu não sou o único. Muitos designers italianos participam dessa confusão – seis meses atrás nós nunca teríamos antecipado o que está acontecendo agora, politicamente. Mas onde existe incerteza, existe grande oportunidade. Nós nunca estivemos tão em baixa, então só podemos subir. Mas precisamos nos impulsionar para superar o desafio.”
dezembro 1, 2011

A Ponte dos Suspiros

por thaís serafini

Notícias da cidade mais incrível que eu tive a sorte de conhecer sempre terão espaço por aqui, ainda mais quando são boas como esta. A famosa Ponte dos Suspiros de Veneza, que estava em restauração há 3 anos, está pronta e mais linda do que nunca, mesmo com 400 anos de existência.

Nas visitas à cidade pude ver apenas os polêmicos outdoors que cobriam a obra e imaginar o esplendor da ponte que levava os criminosos da prisão à sala de interrogatório, e através das suas grades eles podiam admirar a cidade pela última vez e suspirar. Por isso o poeta Lord Byron assim nomeou este caminho no século 19.

A polêmica dos outdoors que cobrem obras históricas na Itália favoreceu esta em especial, como afirma o prefeito da cidade visitada anualmente por 12 milhões de pessoas, pois o pagamento das empresas privadas anunciantes cobriu os custos de obra. Parece que discussões calorosas, beleza e história não deixarão nunca de fazer parte da cultura italiana, e só posso acumular curiosidade de visitar a cidade lagoa de novo e conhecer a ponte restaurada.