Posts tagged ‘spazio rossana orlandi’

abril 14, 2014

O sabor da água

por thaís serafini

Este projeto não está aqui apenas por ter a assinatura de um estúdio que eu admiro (leia-se Formafantasma), mas por sua abordagem primorosa a um assunto desvalorizado em meio a um cada vez mais badalado Salão do Móvel de Milão (ou na maioria dos eventos/feiras com tantos lançamentos luxuosos, caros e focados no marketing).

still1

A água da torneira é o assunto do “Still“, apresentado na última semana em uma exposição curada por ninguém menos que Rossana Orlandi. O projeto investiga as qualidades de purificação do carvão ativado e foi desenvolvida para a vienense J. & L. Lobmeyr. São recipientes de cristal e cobre que pretendem melhorar a qualidade e o sabor da “bebida mais humilde e fundamental de todas”. Além disso, a ideia é elevar a purificação da água de ato corriqueiro a um ritual especial.

still2
still6

still5

still4

still7

A delicadeza e as formas das peças me encantaram. E o cuidado aos detalhes e o comprometimento ao tema chegou aos entalhos do cristal: os desenhos são, na verdade, uma visão contemporânea e microscópica de uma bactéria encontrada em rios e uma representação de um organismo do oceano cujo esqueleto é feito de sílica, o principal elemento do vidro.

still4

Precisa mais? Não, mas ainda tem. Os containers projetados pelo Formafantasma são uma reinterpretação de peças clássicas de 1925 da marca!

still3

(imagens via Dezeen)

Anúncios
agosto 10, 2012

A opinião de Rossana Orlandi

por thaís serafini

Rossana Orlandi está entre as mulheres que eu admiro (principalmente como profissional), confesso que a tenho como referência e inspiração. Também por isso senti a necessidade de compartilhar um pedacinho de uma entrevista sua que acabei de ler – e recomendo. Até porque não se pode questionar a análise da fundadora e proprietária da principal galeria de design de Milão (e talvez do mundo).

Como tem sido a mudança na cena do design em Milão nos últimos cinco anos?

Tudo o que aconteceu foi consequência da crise financeira, mas a mentalidade do designer mudou um pouco, Eles estão mais concretos na resolução das suas ideias,ì; estão olhando com mais atenção para preço e qualidade. As ideias de eco-sustentabilidade são muito importantes, mas este é um termo que tem sido usado demais e do jeito errado, porque muito do que é dito como sustentável é uma mentira. Um designer deve sempre respeitar o jeito do material, deve pensar no desperdício e como usar as coisas da maneira certa. […] Agora os designers precisam ser muito espertos e ter muito cuidado com o que fazem.”

abril 24, 2012

Salão do Móvel 2012: studio Formafantasma

por thaís serafini

Quem acompanha de perto o design e consegue ler nas entrelinhas dos rios de lançamentos sabe que entre o studio Formafantasma é dos nomes mais expressivos atualmente, se não o mais. Com uma abordagem alternativa (?), orgânica e super-conceitual, a dupla de italianos sediados em Eindhoven anda conquistando espaço, inclusive desde o Salão do Móvel do ano passado eles figuram no renomado Spazio Rossana Orlandi.

Em 2012 foram convidados pela empresa holandesa Booo! para projetar dois modelos de lâmpadas/luminárias. Uma seria o modelo fabricado em série, com custo de produção de até €100, e a outra seria uma edição única e especial. A versão criada para a primeira, intitulada Light Species, chamou muito mais a minha atenção e me pareceu mais “valiosa”.

Trata-se de um bulbo com formato inspirado em uma folha que, segundo os próprios designers (no video), é uma mudança na forma geralmente simétrica das lâmpadas. Feita de material translúcido, a lâmpada deve criar um efeito bem interessante. A empresa a definiu como “é como se um bulbo tradicional tivesse sido interrompido no meio da sua transformação em folha.

imagens via